Brasileiro venceu Filipe Toledo na decisão em Trestles e ficou com o título mais uma vez

O rótulo de país do surfe é mais do que nunca do Brasil. Gabriel Medina bateu  Filipe Toledo na decisão do WSL Finals, em Trestles, na Califórnia (EUA), nesta terça-feira, e conquistou o tricampeonato. Também foi a quinta conquista do país na competição. Tatiana Weston-Webb ainda luta pela taça contra a havaiana Carissa Moore.

Além das três conquistas do paulista, o Brasil foi ao topo do pódio no Circuito Mundial nas edições de 2015, com Adriano de Souza, e Italo Ferreira, em 2020.

– Conquistei o meu maior objetivo no surfe. Estou chorando porque é um mix de emoções. Estou feliz, emocionado. Sou feliz de fazer parte deste time (brasileiro). Eles me puxam e eu puxo o nível deles – disse Medina.

A decisão dos títulos mundiais teve um formato inédito este ano, com o top 5 de do ranking da WSL em cada naipe se enfrentando em um sistema de baterias mata-mata. Em 45 anos de história, foi a primeira vez que os campeões foram determinados neste formato.

Fonte: Lance

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here