O presidente do STF, Dias Toffoli, encaminhou ofício para os magistrados informando que eles devem reforçar a segurança pessoal

Nesta segunda-feira (17), a Polícia Federal informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que ministros podem ser alvo de ataques terroristas. O ministro responsável por repassar a informação foi Alexandre de Moraes, que conduz inquérito contra ataques à Corte. 

Ele passou a informação, então, para o presidente do STF, Dias Toffoli, que encaminhou ofício para os magistrados informando que eles devem reforçar a segurança pessoal. 

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, as agentes da Polícia Federal (PF) interceptaram comunicações do grupo terrorista na deepweb. Acredita-se que a inspiração do grupo tenha sido o massacre de Realengo, no Rio de Janeiro, em abril de 2011. 

Fonte: Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui