Thaís da Silva Campos, 27 anos, foi morta neste domingo (26) com tiros à queima-roupa em Sobradinho, no Distrito Federal (DF). O principal suspeito do crime é o ex-companheiro de Thaís.

Os dois teriam se separado há aproximadamente cinco meses, conforme investigação preliminar da Polícia Civil do DF (PCDF). Eles têm uma filha de 2 anos. O Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) foi chamado para prestar socorro, mas quando chegou ao local a vítima já estava sem vida.

Imagens de câmera de segurança flagraram o momento em que um homem atira pelo menos três vezes contra a vítima e foge.

Investigadores da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) apuram se Osmar recebeu ajuda de um amigo para fugir após o feminicídio. O delegado-chefe da 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho), Hudson Maldonado, relatou que o suspeito usou uma pistola calibre 380 para matar a vítima, efetuando disparos no rosto dela.

Após o crime, o homem fugiu em um Honda Civic. O automóvel foi localizado ainda no domingo, em um supermercado da Quadra 14. O veículo passou por exame pericial.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui