As atividades presenciais nas escolas estavam suspensas desde o dia 17 de março, como forma de prevenir a transmissão da covid-19

O governo do Espírito Santo anunciou, nesta sexta-feira (25), a autorização para retomada das aulas presenciais nos municípios classificados como risco baixo a partir de outubro. Entretanto, o retorno dos estudantes de Ensino Fundamental I e II das escolas municipais ainda depende de avaliação dos gestores. Na Grande Vitória, a decisão só deve ser tomada na próxima semana. 

A liberação do retorno à sala de aula foi divulgado pelo governador Renato Casagrande. Na Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e do Ensino Médio, as instituições particulares podem retomar as atividades presenciais a partir do dia 05 de outubro. Já nas escolas estaduais e municipais, a retomada ocorrerá a partir do dia 13. As atividades presenciais nas escolas estavam suspensas desde o dia 17 de março, como forma de prevenir a disseminação do novo coronavírus. 

Mesmo com a liberação, as prefeituras e secretárias de Educação ainda precisam analisar a situação das unidades administradas pelo município. A prefeitura de Vila Velha informou que, por meio da Secretaria Municipal de Educação, irá dialogar com diretores, pais, professores, conselhos e entidades ligadas a comunidade escolar para avaliar a melhor e mais segura decisão a ser tomada. 

Na Serra não será diferente! O cenário epidemiológico será avaliado para que retorno dos estudantes e profissionais das unidades de ensino seja feito de forma segura. A decisão sobre a volta será tomada em diálogo com a comunidade e com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

A Secretaria de Educação do município (Sedu) já elaborou um protocolo de volta às aulas com a disponibilização de álcool em gel em todas as salas, uso obrigatório de máscara de proteção, limpeza e desinfeção de todos os espaços de trabalho. 

Em Cariacica, a decisão sobre a retomada também está em discussão. O município informou que, independentemente de quando ocorrer, todas as medidas sanitárias como compra de equipamentos de proteção Individual (EPI’s), material de limpeza e reforço das equipes de limpeza das escolas estão sendo realizadas.

A prefeitura garantiu que, quando ocorrer, o retorno será de forma gradual, com intervalos de 15 dias entre uma etapa e outra, iniciando pelos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e terminando com a Educação Infantil.

A Secretaria Municipal de Educação (Seme) esclareceu ainda que o Conselho Municipal de Educação já validou o calendário e as aulas remotas no município, e que o período letivo passou a ser bianual, ou seja, a consolidação dos conteúdos curriculares se dará até o final de 2021. 

Ainda este ano será disponibilizado internet para todos alunos e professores. Vídeoaulas também são oferecidas via TV aberta, visando o aperfeiçoando do Ensino Remoto de 2020 e a preparação do Ensino Híbrido de 2021, que mescla aprendizado online com o off-line. 

As secretarias de Educação de Vitória e Viana ainda não se pronunciaram sobre a retomada das aulas. O espaço para o posicionamento está aberto. 

Fonte: Folha vitória

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui