Popular massa chinesa, congelada há mais de um ano, causou envenenamento por ácido bongcréquico

Nove pessoas da mesma família morreram, na China, vítimas de intoxicação alimentar, depois de ingerirem macarrão instantâneo congelado.

A polícia local revelou que a massa, que foi mantida no congelador durante mais de um ano, continha farinha de milho fermentada, que

causou o envenenamento da família por ácido bongcréquico.

Segundo o Mirror, sete pessoas morreram no dia em que consumiram a refeição, em 5 de outubro. A oitava vítima morreu dois dias depois, e a nona vítima, a mãe da família, morreu nesta segunda-feira (18).

Sabe-se, ainda, que três crianças sobreviveram porque se recusaram a comer o alimento por terem um sabor estranho. Gao Fei, diretor de segurança alimentar do Centro de Controle e Prevenção de Doenças de Heilongjiang, explicou ao China News Service que o envenenamento por ácido bongcréquico costuma ser fatal.

“Pode causar sérios danos a muitos órgãos humanos, incluindo fígado, rins, coração e cérebro. Atualmente, não existe um antídoto específico. Uma vez dado o envenenamento, a taxa de mortalidade pode chegar de 40 a 100%”, constatou.

Fonte: Mundo ao Minuto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui