Um padre de 27 anos, da Paróquia de Tapejara, no Rio Grande do Sul, foi preso após praticar uma série de assaltos a estabelecimentos comerciais em Passo Fundo, no estado gaúcho. As informações são do Zero Hora.

O padre, identificado como Elizeu Lisboa Moreira, de 28 anos, foi preso após ser monitorado pela Brigada Militar. Ele dirigia uma caminhonete, que, segundo a Polícia, pertencia a arquidiocese da qual ele fazia parte.

Ele é acusado de roubar dois supermercados e uma farmácia, em três bairros diferentes. O padre foi reconhecido por testemunhas como autor dos crimes.

Câmera de segurança flagrou o assalto a um dos supermercados (Foto: Reprodução / Brigada Militar)Câmera de segurança flagrou o assalto a um dos supermercados (Foto: Reprodução / Brigada Militar)

Um padre de 27 anos, da Paróquia de Tapejara, no Rio Grande do Sul, foi preso após praticar uma série de assaltos a estabelecimentos comerciais em Passo Fundo, no estado gaúcho. As informações são do Zero Hora.

O padre, identificado como Elizeu Lisboa Moreira, de 28 anos, foi preso após ser monitorado pela Brigada Militar. Ele dirigia uma caminhonete, que, segundo a Polícia, pertencia a arquidiocese da qual ele fazia parte.

Ele é acusado de roubar dois supermercados e uma farmácia, em três bairros diferentes. O padre foi reconhecido por testemunhas como autor dos crimes.Dinheiro e simulacro de pistola, apreendidos pela Polícia (Foto: Divulgação / Brigada Militar RS)Dinheiro e simulacro de pistola, apreendidos pela Polícia (Foto: Divulgação / Brigada Militar RS)

Com o padre, a polícia encontrou R$ 655, produtos alimentícios e de higiene, além de um simulacro de pistola (uma arma falsa) que foi utilizado nos crimes. A suspeita, no entanto, é de que ele tenha roubado R$ 1,4 mil. A polícia não sabe para onde foi o restante do dinheiro.https://8f40efcd5a4751c4a42f5095c2220f63.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

As vítimas descreveram o suspeito como sendo um homem de camisa azul e boné vermelho.

De acordo com os funcionários dos estabelecimentos, o padre se apresentava como um cliente comum, mas, ao se dirigir aos caixas para pagar, anunciava o assalto.

Segundo o Portal UOL, Elizeu Moreira foi ordenado padre em 2019. À Polícia, o acusado – que não tem antecedentes criminais – afirmou que cometeu os assaltos “em um momento de loucura”. Ele foi transferido para o presídio de Passo Fundo.

Em entrevista ao Zero Hora, o Arcebispo de Passo Fundo, Dom Rodolfo Luís Weber, se disse surpreso com a prisão do padre, que foi afastado provisoriamente de suas funções. “O mais chocado de todos sou eu, que acompanho a formação dos jovens. É chocante. É triste. É muito sofrido”, afirma o arcebispo.

Fonte; Tribuna Online

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui