Por sofrer de catalepsia, os médicos acharam que o cantor sertanejo estava morto

Mesmo depois de 28 anos do ocorrido, a morte do cantor sertanejo José Nascimento Cardoso, da dupla Alan e Aladim, assusta à todos. Isso porque, ao que parece o famoso foi enterrado vivo após uma parada cardíaca, despertando dentro do caixão na cidade de Mogi das Cruzes.

Ao sofrer a parada cardíaca, o corpo de Aladim ficou dessa forma o que ajudou na confusão dos médicos que acharam que ele estivesse morto ao ser enterrado.

Mas como descobriram que o cantor sertanejo estava vivo? No dia 1 de outubro de 1992, foi noticiada a morte do cantor sertanejo, que estava no auge de sua carreira com a dupla Alan e Aladim.

Todos os laudos médicos apontavam que a causa do óbito teria sido uma parada cardíaca após uma cirurgia odontológica.

Depois de algum tempo, a família de Aladim precisou desenterrar o corpo do sertanejo, por motivos que não foram divulgados.

Ao abrir o caixão, os entes do cantor se deparam com ele de bruços.

Em sua unha, foram encontradas farpas de madeira e a tampa estava completamente arranhada, o que fez com que suspeitassem de uma possível tentativa de salvamento, que não obteve sucesso. Na época a família de Aladim não se pronunciou sobre o caso.

Carreira da dupla sertaneja

Alan e Aladim iniciaram a carreira na música sertaneja em 1978, porém o auge só aconteceu na década de 80, com a ajuda de Marciano, amigo de Aladim, com a música “Parabéns Amor”.

Após sete anos, em 1987, a dupla lançou o álbum Alan e Aladim que vendeu milhares de cópias pelo país, arrecadando muito dinheiro e emplacando seu maior sucesso da carreira, “Liguei Pra Dizer que Te Amo”.

Com várias canções conhecidas ao redor do Brasil, os dois cantores estavam em um período muito bom de sua trajetória profissional, até o ano de 1992 quando ocorreu o falecimento de Aladim.

Fonte: Últimas notícias do Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui