No entanto, essa estratégia não será usada na primeira fase da campanha de imunização

A prefeitura de Vitória informou que vai adotar o modelo drive-thru, em que a pessoa é atendida dentro do próprio carro, durante a campanha de vacinação contra o novo coronavírus. E dentro da estrutura montada estará contemplada uma área também para atendimento de ciclistas e pedestres que forem se imunizar. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, esse formato de imunização faz parte das estratégias a serem adotadas dentro do plano de vacinação da capital capixaba.

No entanto, o drive-thru não vai ser aberto nesta primeira fase da campanha. Isso porque a secretaria alertou que a equipe de vacinação irá até os locais necessários vacinar a população que está inserida na primeira fase, definida pelo Ministério da Saúde, não sendo necessária a utilização da estrutura das 28 salas de vacinação, nem do sistema drive-thru.

O pedido, inclusive, é que a população não vá para as unidades de saúde. A prefeitura explicou que precisa de 32 mil doses para a capital capixaba nesse primeiro momento da campanha, mas caso o número de doses encaminhadas pelo Ministério da Saúde seja menor, a estratégia vai ser priorizar a imunização em profissionais de saúde e idosos em asilo. 

Idosos com mais de 75 anos que não estejam em hospitais ficariam para um segundo momento, mas ainda dentro da primeira fase da campanha de vacinação.

Estão inseridos na estratégia de Vitória o agendamento on-line, de forma a organizar a vacinação e evitar filas, além da imunização nas 28 salas de vacinação das unidades de saúde da capital, em hospitais e em domicílios para pessoas acamadas, e a criação de postos volantes.

O prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, destacou que a cidade está pronta para a campanha: “Estamos preparados. Temos 28 salas de vacinação, câmara frigorífica, caminhões refrigerados e profissionais capacitados”, afirmou o prefeito.

Pazolini ainda destacou: “Neste primeiro momento, pedimos para que a população não procure as unidades de saúde, pois as vacinas serão aplicadas no grupo prioritário da primeira fase, definido pelo Ministério da Saúde. Reforçamos que é fundamental manter as regras sanitárias, evitando aglomerações, usando máscara e álcool em gel”, disse.

Fonte: Tribuna

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui